Infantil
Fundamental
Ensino Médio
Pré-Vestibular
Profissional
Proposta Pedagógica
 
Para o colégio Antares, a aprendizagem e o desenvolvimento da criança acontecem nas interações com a sociedade, a cultura e a própria história de vida. O fazer pedagógico na educação infantil do colégio Antares se desenvolve ancorada em três pilares:
 

O CONHECIMENTO

A construção de vínculos com as diferentes áreas de conhecimento se inicia na educação infantil. A busca da aprendizagem e do desenvolvimento de conceitos, procedimentos e atitudes refletem a compreensão de fatos e conceitos, a construção da autonomia e o exercício da colaboração e da ética.

O projeto de estudos é estratégia privilegiada de intervenção pedagógica e favorece a investigação, a pesquisa e o estudo como ações específicas da cultura escolar.

Os grupos de crianças constroem significados à medida que dialogam entre si, com as professoras e com os diferentes instrumentos culturais disponíveis. Na educação infantil, a criança se empenha para compreender tanto o universo do cotidiano quanto as manifestações do conhecimento formal. Nesse sentido, os principais objetivos dos projetos de estudos são:

• Estimular a prática da pesquisa científica;
• Ampliar o universo de conhecimentos;
• Possibilitar a aprendizagem e o desenvolvimento das categorias superiores de pensamento.
 

O LÚDICO

Compreendido como necessidade básica da criança, caracteriza as ações infantis que são planejadas e executadas a partir de objetivos de aprendizagem, previamente planejados e que ultrapassam o simples brincar. A prática lúdica facilita a aprendizagem e o desenvolvimento dos processos de sociabilidade, comunicação, expressão e construção do conhecimento. Os momentos rotineiros do brincar espontâneo que explora e expande o faz de conta, a criatividade e a inventividade também estão garantidos neste pilar.
 

A PSICOMOTRICIDADE

Possibilita atuar sobre o desenvolvimento motor, afetivo, cognitivo e social, com o objetivo de promover a interação e permitir transformações que resultem em maior flexibilidade na relação consigo mesmo, seu próprio corpo, com o outro e, especialmente, com a aprendizagem.